SAIBA O QUE É VERDADE E O QUE É FAKE SOBRE A ONDA DE FRIO NO BRASIL

Nesta semana uma forte massa de ar frio de origem polar vai chegar no país e fazer as temperaturas cairem drasticamente em várias regiões. Devido a isso algumas notícias falsas, conhecidas como fake news, estão circulando na internet. Confira abaixo uma lista com o que é verdade ou mentira, feito cuidadosamente pela nossa parceira Climatempo:

Foto: divulgação/Acisc

  • Onda de frio mais intensa do século?

FAKE. A massa de ar frio de origem polar que está prevista para chegar no país, a partir de quarta-feira (28), realmente vai derrubar as temperaturas do centro-sul do Brasil e até mesmo de algumas localidades da Região Norte, porém é apenas na Região Sul que tem chance de ser a onda de frio mais intensa de 2021, inclusive registrando neve nas serras do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina e também no planalto catarinense entre quinta (28) e sexta-feira (29). Novos recordes de frio podem ser registrados. Já a geada pode ocorrer em toda a Região Sul, inclusive as capitais: Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba. A temperatura pode ficar negativa na manhã de quinta-feira (29) até na capital do Paraná.

  • Onde de frio duradoura?

VERDADE! Realmente essa onda de ar frio irá durar por mais dias que o normal. Regiões mais altas do Rio Grande do Sul e Santa Catarina podem registrar temperaturas mínimas de -6°C a -10°C por vários dias consecutivos e máximas menores que 10°C entre quarta (28) e sexta-feira (30).

No Sudeste, entre a quinta (29) e sexta-feira (30), as mínimas devem ser entre -2°C e -3°C na Serra da Mantiqueira, divisa entre São Paulo e Minas Gerais. As máximas devem ficar abaixo de 15°C nas regiões metropolitanas de São Paulo e Belo Horizonte. Temperaturas negativas também são esperadas para Mato Grosso do Sul (área de Rio Brilhante) e no sudeste de São Paulo (área de Itapetininga)

  • Temperatura menor que -15° C?

FAKE. A previsão é que a menor temperatura possa ser entre -8°C e -10°C nas serras do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Até então, Urupema que está localizada em uma parte mais alta da serra catarinense registrou -8,2°C no dia 20 de julho, de acordo com o Epagri-Ciram e é a temperatura mais baixa registrada no Brasil, oficialmente.

  • Sensação térmica de -25°C?

VERDADE. Nas serras da Região Sul, especialmente nas gaúchas e catarinenses, a sensação térmica pode chegar em até -25°C, devido aos ventos com intensidade moderada.

error: