GOVERNO DE MINAS ANUNCIA O FIM DO PARCELAMENTO DOS SALÁRIOS

Depois de cinco anos e meio recebendo os salários de forma parcelada, os servidores do Poder Executivo de Minas Gerais voltarão a ter os seus vencimentos depositados integralmente no quinto dia útil do mês. O anúncio foi feito pelo governador Romeu Zema em vídeo divulgado nas redes sociais na manhã desta sexta-feira, 16. O pagamento integral será feito a partir do salário depositado em agosto, referente à folha de julho.

O fim do parcelamento, iniciado no governo passado, em fevereiro de 2016, atinge todos os servidores do Executivo (ativos, inativos e pensionistas).

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves.
Crédito: Gil Leonardi/Secom MG

Venda da folha

A venda da folha de pagamento do Estado foi concretizada nesta sexta-feira, por meio de um pregão, modalidade de licitação que tem como característica a agilidade e a economia para a administração pública. A oferta vencedora foi a do banco Itaú, que ofereceu R$ 2,42 bilhões, 18% a mais do lance mínimo de R$ 2,052 bilhões exigido pelo Estado para concretizar o negócio. O valor também é 30% maior do que o último leilão da folha dos servidores, quando o Estado arrecadou R$ 1,85 bilhão.

Diferentemente da venda ocorrida em 2016, quando foram pagos R$ 1,39 bilhão à vista e R$ 460 milhões em 60 parcelas, desta vez o valor será depositado integralmente na conta do Tesouro Estadual. O tempo de vigência do contrato continua a ser de cinco anos.

error: