CÂMARA DE LAGOA SANTA NÃO VAI INSTAURAR CPI PARA INVESTIGAR SECRETÁRIO SUSPEITO DE FURAR FILA DA VACINAÇÃO

Vereadores de Lagoa Santa desistem de instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que pretendia apurar o envolvimento do secretário municipal de Saúde, Gilson Urbano, no esquema de fura-filas na vacinação contra covid-19.

Quando a denúncia foi feita, em uma reunião ordinária no dia 15 do mês passado, os vereadores chegaram a cogitar, além da instauração da CPI, o afastamento do secretário, porém essas medidas não foram levadas à frente. O Ministério Público investiga o caso.

Foto: Câmara Municipal de Lagoa Santa/Divulgação

Conforme denúncia, pelo menos 150 pessoas vacinaram antes da data determinada pelo Plano Nacional de Imunização (PNI). Entre os profissionais estão arquitetos, vigias e pessoas que trabalham em home office.

Ainda segundo a nota, a sindicância instaurada pelo prefeito, no dia 21 de junho, também contribuirá para o esclarecimento dos fatos.

Por: Itatiaia

error: