VACINAÇÃO CONTRA A FEBRE AFTOSA EM MINAS TERMINA NA SEGUNDA-FEIRA (31); EXPECTATIVA É DE IMUNIZAÇÃO DE 23 MILHÕES DE ANIMAIS

A primeira etapa anual de vacinação contra a febre aftosa em Minas Gerais será encerrada na próxima segunda-feira, dia 31. Bovinos e bubalinos de todas as idades estão sendo imunizados no estado com o objetivo de preservar a sanidade dos rebanhos e mater o compromisso com o agronegócio mineiro.

No estado, é do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) a responsabilidade de gerenciar e fiscalizar a campanha junto aos pecuaristas. Ao final desta fase, a expectativa é de sejam imunizados cerca de 23 milhões de animais.

Confira mais detalhes sobre comprovação, cadastro e outras orientações neste link.

Fabiana pfernandes / Pixabay

 

Febre aftosa

A febre aftosa é causada por um vírus, altamente contagioso e que pode trazer grandes prejuízos econômicos para os produtores, pois afeta o comércio internacional. “A doença é transmitida pela saliva, aftas, leite, sêmen, urina e fezes dos animais doentes, e também pela água, ar, objetos e ambientes contaminados. Uma vez doente, o animal pode apresentar febre, aftas na boca, lesões nas tetas e entre as unhas”, detalha coordenador estadual do Programa de Vigilância para a Febre Aftosa, fiscal do IMA Natanael Dias.

Dias alerta, ainda, que se forem verificados animais com estes sintomas, o produtor rural deve imediatamente comunicar ao IMA em notifica@ima.mg.gov.br. Outra alternativa é registrar no Sistema Brasileiro de Vigilância e Emergências Veterinárias (e-Sisbravet), uma plataforma digital que integra os órgãos de defesa agropecuária do Brasil para notificações de doenças que acometem animais de produção no campo, agilizando atendimentos às emergências sanitárias em prol da prevenção e combate às doenças. Para este acesso, o IMA disponibiliza um passo a passo.

error: