ACORDO OBRIGA EMPRESA A DOAR 200 TONELADAS DE CARNE; CUFA CONTA COM NÚCLEOS EM LAGOA SANTA E VESPASIANO

A Central Única das Favelas de Minas Gerais (CUFA Minas) vai receber 167 toneladas de carne de frango, em 12 lotes mensais a partir deste mês de maio, para distribuição a famílias em situação de vulnerabilidade social. É o que prevê um acordo judicial firmado entre o Ministério Público do Trabalho (MPT) e uma empresa investigada por descumprimento de legislação trabalhista.

“Por se tratar de uma empresa do ramo alimentício e diante da situação de emergência alimentar pela qual estamos passando em razão da pandemia da Covid 19, o valor devido pela empresa, a título de indenização por descumprimento da legislação trabalhista, que é de R$ 1.600.000,00 será revertido na entrega do produto alimentício que ela fornece no mercado”, explica o procurador do Trabalho que atua no caso, Antonio Carlos Pereira.

Além das 167 toneladas que serão destinadas à CUFA, outras 41 toneladas serão distribuídas aos empregados da empresa em 12 lotes de 3,4 toneladas, de maio de 2020 até abril de 2022.

Facebook / @cufaminas

 

CUFA Minas

 Hoje, conta com mais de 25 núcleos espalhados nas favelas da capital mineira. Segue consolidando núcleos nas cidades de Betim, Lagoa Santa, Vespasiano, Ibirité, Sabará, Contagem e Ribeirão das Neves, localizadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e nas cidades de Araguari, Uberlândia e Montes Claro, interior do Estado.

error: