PRESOS DE LAGOA SANTA E MATOZINHOS CONQUISTAM VAGAS EM UNIVERSIDADES PÚBLICAS

Jovens que abandonaram os estudos e concluíram o Ensino Fundamental e o Médio dentro de um presídio ou penitenciária. Esse é o perfil de vários detentos, em cumprimento de pena nas unidades do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen MG).

Quinze, de um total de 288 inscritos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação, estão aptos a estudar em instituições cobiçadas, como a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) ou a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), dentre outras.

Fotos: Divulgação Sejusp

Na lista dos detentos selecionados no Sisu há unidades prisionais de municípios de quase todas as regiões do estado: Barbacena (Campo das Vertentes); Juiz de Fora e Muriaé (Zona da Mata); Botelhos (Sul de Minas); Canápolis e Uberlândia (Triângulo); Contagem, Lagoa Santa e Matozinhos (Central); Januária e Montes Claros (Norte de Minas); e Unaí (Noroeste).

Cursos de diferentes áreas do conhecimento foram escolhidos pelos detentos/alunos: Ciências Sociais, Administração, Hotelaria, Agroecologia, Matemática, Letras, Ciências Biológicas, Engenharia Agrícola e Ambiental, Física e Ciências da Religião.

Lucas Marcone, 30 anos, do Presídio de Lagoa Santa, é outro dos detentos da lista do Sisu. Ele passou no Instituto Federal de Educação de Rio Pomba para cursar EcoAgricultura no próximo semestre. Por ser um curso presencial e ainda estar no regime fechado, não poderá cursar. No entanto, vai continuar no curso de graduação a distância em Marketing, pela faculdade UniCesumar.

Lucas ficou muito feliz com o resultado do seu esforço e pretende utilizar a nota do Enem para conseguir uma bolsa de estudos, via Programa Universidade para Todos (Prouni). “Vejo no estudo uma oportunidade de mudar de vida e dar exemplo aos meus familiares. Serei o primeiro da família a poder ter um diploma de curso superior’’, conta, feliz.

error: