PLANEJAMENTO E ECONOMIA: CONHEÇA 4 DICAS BEM ÚTEIS EMBASADAS NA “FILOSOFIA DO TIO PATINHAS”

Se existe alguém que entende bem de gestão financeira e de economia amigos, é o Tio Patinhas, não é mesmo? O conhecido personagem das histórias em quadrinhos visto como “pão duro” por cuidar de cada centavo, acaba nos mostrando que o caminho para um futuro mais resguardado é esse mesmo.

Todavia, ter gestão sobre as finanças não se trata apenas de administrar dinheiro, mas sim, de aprender a ganhar e gastar menos com coisas desnecessárias. Por esse motivo, trago na primeira coluna de “Economia” do portal REC1, quatro dicas bem fáceis de serem guardadas dentro da “filosofia” do querido e eterno “Tio Patinhas”:

Não saia por aí ostentando o que ainda não tem, já que a partir do que você economizar, poderá estudar, comprar o que precisa e acima de tudo, investir. Sua vida particular não precisa ser um livro aberto / Divulgação

 

1 – Valorize seu esforço:

Conforme a história em quadrinhos nos mostrou, o Tio Patinhas nasceu em uma família que teve dinheiro. No entanto, ela foi perdendo as posses e ficou endividada. Você, por exemplo, pode estar em uma situação assim, de ter tido uma condição muito boa financeira ou mesmo controlada e, do nada, caiu em dividas. Mas sabe como o Tio Patinhas resolveu isso? Ele não entrou em uma pirâmide financeira, mas trabalhou! Por isso, a primeira opção para você começar a se organizar, é trabalhando!

2 – Conhecimento e experiência são úteis!

Um dos primeiros ofícios do Tio Patinhas foi como engraxate e assim que ele ganhou dinheiro na profissão, começou a viajar para aprender outras coisas. Ou seja, adquira mais conhecimento para ser no mercado um bom empregado, gestor e acima de tudo, líder. Estude! A internet é uma ótima aliada para isso, principalmente nos dias atuais com os cursos de Ensino a Distância (EAD).

3 – Invista e empreenda mais

Lembra da famosa moeda número “1” do Tio Patinhas? Então, ele ganhou com muito trabalho, por isso, praticar e aprender é válido! Se você é jovem, este é o momento, mas se não for tão jovem, não desanime, pois dá tempo também! Utilize cada dia para ser melhor no que faz. A sua principal fonte de renda é sua ocupação, então, invista nela, mas faça diferente. Não copie algo que todos fazem, pois, “uma modinha de internet” acaba quando menos se espera.

 4 – Economize e não ostente o que ainda não tem!

Se a fatura do cartão de crédito é uma bomba para você e para a sua família, está na hora de frear os gastos e economizar. Ser “sovina” como o Tio Patinhas não é, às vezes tão errado, pois ele sabe o valor de qualquer R$0,01. Prova disso, foi que ele ficou rico por não esbanjar e por não sair contando para todo o mundo os seus passos. Assim, não saia ostentando o que ainda não tem, já que a partir do que você economizar, poderá estudar, comprar o que precisa e acima de tudo, investir. Sua vida particular não precisa ser um livro aberto.

Para reflexão: deixo para todos vocês uma frase marcante do economista e filósofo escocês Adam Smith: “A ambição universal do homem é colher o que nunca plantou”. Agradeço a atenção de todos vocês e até a próxima coluna.

error: