UFMG RECEBERÁ R$ 30 MI DA PREFEITURA DE BH PARA REALIZAR TESTES DA VACINA CONTRA A COVID-19

A Prefeitura de Belo Horizonte vai repassar R$ 30 milhões para que a UFMG consiga avançar da fase pré-clínica para as etapas 1 e 2 dos testes clínicos da vacina Spintec, desenvolvida no CTVacinas contra a covid-19. Nos próximos dias, PBH e Universidade assinarão termo de cooperação para oficializar o aporte dos recursos.

A primeira parcela, estimada em R$ 6 milhões, deverá ser liberada já no mês de maio. As outras serão transferidas até dezembro, conforme proposta apresentada pela UFMG e aceita pela Prefeitura. A Spintec é uma das três vacinas em estágio mais avançado no Brasil. O suporte financeiro oferecido pela Prefeitura da capital mineira vai assegurar a continuidade das pesquisas.

Pesquisadores do CTVacinas, onde é desenvolvido o imunizante Spintec, considerado promissor no combate às novas variantes do coronavírus – Foto:
Reprodução / TV UFMG

O objetivo central do projeto que será financiado com recursos da Prefeitura de BH é viabilizar os estudos de fase clínica 1 e 2 em adultos saudáveis sem exposição prévia à covid-19. Essas etapas são requisitos necessários para os ensaios de fase 3 e aprovação pela Anvisa. O esforço vai incluir a produção da proteína quimérica, o preparo da documentação para registro do produto e os procedimentos para execução dos testes pré-clínicos de segurança e tolerabilidade e dos experimentos clínicos.

Após os testes com os primatas, os pesquisadores esperam ser autorizados a iniciar os experimentos clínicos em humanos, que serão divididos em três fases. As fases 1 e 2 deverão ser realizadas ainda este ano, e a fase 3, no início de 2022. Caso os testes confirmem a segurança e a eficácia da vacina, o imunizante deverá chegar ao mercado ainda em 2022.

error: