75 MIL PESSOAS DA REGIÃO METROPOLITANA TIVERAM COBRANÇA INDEVIDA NA CONTA DE ÁGUA, APONTA ARSAE-MG

Processos administrativos instaurados pela Agência Reguladora de Serviços de Água e Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae) constataram que mais de 75 mil usuários de Vespasiano, Ribeirão das Neves, Betim e Contagem foram cobrados indevidamente pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) no que se refere às tarifas de esgoto. Os valores chegam a 16 milhões de reais.

 

Segundo apontaram os relatórios da Arsae-MG, após as fortes chuvas ocorridas no início de 2020, com o rompimento de interceptores e paralisação de estações de tratamento de esgoto da Copasa, não houve a efetiva prestação do serviço de esgotamento dinâmico com coleta e tratamento (EDT) nesses municípios. Contudo, o serviço EDT foi considerado, pelo prestador, no faturamento junto aos usuários dessas cidades, implicando cobrança indevida.

Os questionamentos sobre os valores das devoluções e outras informações devem ser obtidos na agência de atendimento da Copasa no município, mediante agendamento, ou por meio dos canais digitais como o site www.copasa.com.br/ “Fale Conosco”; o e-mail faleconosco@copasa.com.br; o aplicativo Copasa Digital; e a central de atendimento telefônico, no número 115, que atende gratuitamente 24 horas por dia.

error: