CÂMARA DE VEREADORES DE PEDRO LEOPOLDO MANTÉM REUNIÃO PRESENCIAL DURANTE ‘ONDA ROXA’

A Câmara Municipal de Pedro Leopoldo (CMPL) optou por continuar mantendo as reuniões ordinárias de forma presencial. Já nesta segunda-feira, dia 22, é realizada a 8ª edição, que contará com a presença dos agentes políticos e a equipe reduzida de servidores públicos.

Encontro acontece após o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, decretar que todas as regiões do estado entrariam na ‘onda roxa’, com o objetivo de conter a disseminação da Covid-19. Para isso, foram adotadas diversas medidas restritivas, como o ‘toque de recolher’ e o ‘fechamento do comércio não essencial’, o que tem gerado polêmica e reclamações de uma parte da população, que sem poder trabalhar de forma presencial, acabam sem renda ou desempregados.

Em diversas cidades, como as vizinhas Belo Horizonte e Sete Lagoas, a Câmara decidiu por suspender as atividades pelo período de 15 dias, adotando as reuniões no formato de videoconferência. De acordo com a apuração do portal Repórter Cidade, a casa legislativa de PL não possui tecnologia suficiente para realizar o encontro de forma virtual. Os vereadores também acreditam que este período, com o aumento de casos e a vacinação no município, é de extrema importância manter o formato presencial.

Registro da 7ª reunião ordinária da Câmara Municipal de Pedro Leopoldo, em 15 de março. Foto: CMPL

O encontro desta segunda-feira está marcado para iniciar às 18h e, se seguir todas as outras edições deste ano com mais de duas horas de duração, os vereadores e servidores irão ultrapassar o horário do “toque de recolher”, imposto entre às 20h até às 5h.

Procurado pelo portal Repórter Cidade, a Câmara Municipal informou que a decisão de manter as reuniões foi definida pela Mesa Diretora.  A assessoria de comunicação também alertou que a definição está em conformidade com o decreto publicado pela Prefeitura de Pedro Leopoldo, que não aplica as restrições para os “servidores públicos” e “os representantes eleitos dos Poderes Legislativo e Executivo”.

Um servidor, que preferiu não se identificar, demonstrou insatisfação com a decisão. De acordo com ele, um vereador do município estaria apresentando sintomas da doenças, mas que após exames, foi descartado. Em publicação nas redes sociais no dia 18 de março, a CMPL divulgou a alteração do seu funcionamento em decorrência da ‘onda roxa’.

“A Câmara Municipal de Pedro Leopoldo funcionará em regime de plantão, das 8 horas da manhã ao meio dia. As reuniões ordinárias serão mantidas nas segundas-feiras, às 18 horas”, disse em postagem.

Vale lembrar que durante todo este ano, os encontros foram abertos para apenas um pequeno público, de até́ 10 pessoas, com agendamento prévio feito através do e-mail. Também é transmitido ao vivo pela plataforma Facebook.

error: