GOVERNADOR DE MINAS ADMITE QUE PODE FALTAR OXIGÊNIO NOS HOSPITAIS

Romeu Zema (Novo) disse que há risco de faltar oxigênio em hospitais do estado. De acordo o governador de Minas, a chance é maior em municípios pequenos que ainda usam cilindros e não oxigênio encanado, este fornecido por meio de tanques.

“Existe sim o risco, mas nós já tomamos todas as medidas para que esse abastecimento seja regularizado o quanto antes. Temos um baixo nível de estoque. Mas ainda não chegou a faltar”, disse o governador em entrevista à CBN, do Grupo Globo, de Juiz de Fora.

Segundo o governador, tem sido feito o remanejamento entre as unidades hospitalares.

Pior fase

Minas atravessa o pior momento da pandemia. Nesta quinta-feira, 18, o estado bateu, pelo segundo dia seguido, recorde no número de contabilizações de infectados em 24 horas: 11.372, ultrapassando a marca de 1 milhão em toda pandemia. De ontem para hoje, foram 374 óbitos, totalizando 21.303.

error: