CONFINS ADOTA TOQUE DE RECOLHER PARA EVITAR AVANÇO DA COVID

A Prefeitura de Confins publicou o novo Decreto Nº 1.124 na noite desta quinta-feira, dia 11, aderindo a implementação da denominada “Onda Lilás”. Segundo a administração, “a decisão busca evitar o agravamento do quadro epidemiológico do Coronavírus na cidade, e também na Região Metropolitana de BH, diante dos altos índices de contaminação registrados nos últimos dias”.

Determinação entra em vigor já na sexta-feira, dia 12, com validade até o dia 31 de março. Situação pode ser prorrogada ou revogada dependendo da evolução dos números de contágio, conforme avaliação periódica evolutiva dos riscos e disseminação da doença.

Entre as principais mudanças estão o toque de recolher entre 20h até 5h, e a alteração do horário de funcionamento dos comércios para até 19h30. Também estão proibidos: aglomeração em espaços públicos, o consumo de bebidas alcoólicas em estabelecimentos comerciais, a venda de bebidas alcoólicas geladas em todos os estabelecimentos, a circulação de pessoas sem máscara, prática de esportes coletivos e a realização de festas e eventos.

A Prefeitura de Confins também anunciou a suspensão do atendimento presencial de órgãos, secretarias e repartições públicas (exceto Sec. de Saúde). Já em relação as atividades religiosas, elas ficarão proibidas de acontecer presencialmente, mas em casos de transmissões ao vivo, só é permitido até no máximo 10 pessoas envolvidas no mesmo ambiente.

Nesta quarta-feira, 11, o Executivo juntamente com o Legislativo reuniram-se para acordarem ações paralelas para conter o vírus. O Prefeito Geraldo Gonçalves (Pezão) também participou de uma reunião com prefeitos de cidades integrantes da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (GRANBEL). Na ocasião ficou definido a adoção em conjunto da “Onda Lilás”, faixa intermediária entre a “onda roxa” e a “onda vermelha” do programa estadual Minas Consciente.

O Decreto está disponível na íntegra no link: confins.mg.gov.br/arquivos/decreto1124_11054017.pdf
error: